quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Atendimentos para Plano Saúde: BANESCAIXA

Amores! Agora estou também atendendo pelo Plano de Saúde BANESCAIXA, aproveitem! ^~

Clínica Vertebral, Rua Dom Pedro II, no. 300, Bairro Esplanada / Colatina - ES Ligue e agende sua consulta: (27)3721-1501


segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Atendimentos para Plano Saúde INTERMEDICINA:

Amores! Estou atendendo pelo Plano de Saúde INTERMEDICINA, aproveitem! ^~

Clínica Vertebral, Rua Dom Pedro II, no. 300, Bairro Esplanada / Colatina - ES Ligue e agende sua consulta: (27)3721-1501



quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Homus Tahine (pasta de grão-de-bico)



INGREDIENTES:

- 250 g de Grão-de-Bico cozido sem pele;
- 3 Dentes de Alho bem amassados;
- quanto baste de Sal;
- Sumo de Limão (de 1 Limão);
- 4 colheres de sopa de Tahine (creme/pasta de gergelim);
- Salsinha Picada a gosto OU outro Cheiro Verde da sua preferência;
- Azeite Extra Virgem a gosto.

Dica: Também fica gostoso com pedaços de tomate seco, cebola roxa refogada em cubinhos, pimentões coloridos refogados, uva passas etc.. Depende da sua preferência e se estas opções te fazem bem ou não.

MODO DE PREPARO

1. Deixe o grão-de-bico de molho por pelo menos 8 horas (se puder usar sempre água morna, é melhor);
2. Depois cozinhe por 20 minutos na panela de pressão;
3. Reserve a água do cozimento e deixe-a amornar;
4. Processe o grão-de-bico com 3 colheres de sopa da tahine no processador até formar um creme liso e homogêneo, para obter essa consistência, adicione aos poucos a água do cozimento e azeite;
5. Misture a parte o alho, o sal, o limão juntamente com 1 colher sopa de tahine e mexa bem, acrescente essa mistura ao creme;
6. Misture bem e sirva.

Obs.: Eu vi uma versão como esta usando lentilha no lugar do grão-de-bico mas ainda não testei. Será que fica bom?

Preço do Tahine subiu? Faça em casa! É super fácil e delicioso! ;)


Caso encontrem o Tahine por um preço muito acima do habitual evitem comprar. Aguardem o preço voltar ao normal.

Enquanto isso experimentem a versão caseira é muito gostosa e mais em conta:

Creme de Gergelim Caseiro (Tahine)

Ingredientes
- 1 xícara(s) (chá) de gergelim branco levemente torrado;
- quanto baste de sal;
- quanto baste de Água morno(a);
- 1 colher(es) (chá) de Óleo de gergelim OU Azeite de Oliva Extra Virgem.

Como fazer
Moa as sementes de gergelim com o óleo em um processador e vá adicionando a água e o sal até que fique macio.

Pode-se variar utilizando gergelim negro e o gergelim integral.


Encontrei esses biscoitinhos lindoss! Feitos com gergelim negro! Quem se interessar o link está abaixo, é uma receita Vegan (livre de componentes animais ^^v). 




Confira a receita: http://blog.wagashi-net.de/2012/04/vegan-black-cookies/

Ferro na alimentação: muito além da carne vermelha! (Publicação da revistanutrionline.com)

Nori (em japonês: 海苔; em chinês: 海苔, hǎidài; em coreano 김, kim ou gim), é uma espécie de folha feita a partir de algas marinhas amplamente utilizada em pratos da culinária japonesa


Ferro na alimentação: muito além da carne vermelha!

Dentre algumas fontes simples e acessíveis de ferro estão:
Alimento Quantidade de ferro em 100g

Aveia em flocos 4,4mg
Ameixa seca 2,7mg
Melado 5,4mg
Cacau 3,6mg
Feijões (preto, carioca, azuki) 6,6mg (em média) 
Lentilha 7mg
Semente de linhaça 4,7mg
Algas verdes como wakame e kombu 6mg
Curry 45mg
Coentro 3mg
Salsa 3,1mg

fonte:

http://www.revistanutrionline.com/#!Ferro-na-alimenta%C3%A7%C3%A3o-muito-al%C3%A9m-da-carne-vermelha/c9h2/FC8160F1-3710-4066-837D-5DE71F81FBE1



(Nota Minha) Agora, você sabia que:

Por onde é absorvido e para onde vai o ferro no nosso organismo:
fonte: http://misodor.com/HEMOGLOBINA.php

A necessidade média diária do homem adulto é de 8mg/dia, da mulher 18mg/dia, mas pode variar de acordo com a individualidade do caso.

O ferro de origem animal é chamado de "Ferro hemínico" com 15-35% de absorção, o que provém de fontes vegetais é chamado de "Ferro não-hemínico" com 2-20% de absorção.

Porém, a vitamina C pode triplicar a biodisponibilidade do ferro não-heme aumentando sua absorção pelo organismo. Por isso é tão importante temperar a salada com limão e/ou usar tempero verde fresco em saladas e demais refeições.


A folha feita com algas, essa do tipo de enrolar os sushis (conhecida como Nori), pode ser esfarelada e colocada no arroz ao final da cocção, pode ser adicionada à sopas e até em tirinhas na salada, é uma boa opção além do ferro também contém o iodo da alga, que nosso organismo aproveita e metaboliza muito bem. Lembrando que a alimentação brasileira é pobre em iodo.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Comidinha caseira tem que ter a nossa cara! Certo?

A personalidade e o humor do cozinheiro vai todo para comida, quem já cozinhou de mal humor sabe do que estou falando! rss XD
Cozinhe com o seu Amor, não aceite versões industrializadas. 


quarta-feira, 30 de julho de 2014

Diferença entre Funcho e Endro: Você sabe o que está comprando na feira?

Funcho = Fennel

Endro = Dill

Endro (Anethum graveolen) - Endro é encontrado em regiões do Mediterrâneo e Ásia ocidental. O endro se assemelha a erva-doce (Funcho), mas é mais curto, com um único, caule oco facilmente arrancadas, folhas verde-acinzentada. Suas folhas têm um cheiro forte de salsa/cominho. Erva aromática picante que acalma e tonifica o sistema digestivo, controla a infecção, e tem um efeito diurético. Ambas as sementes e folhas são usadas na culinária, especialmente na cozinha escandinava, com ovos, peixe, mariscos e batatas. 

Funcho (Foeniculum vulgare) - ou erva-doce é encontrado na Europa mediterrânica e na Ásia, em terrenos baldios, em lugares secos e ensolarados. É uma erva aromática doce, diurético que alivia problemas digestivos, aumenta o fluxo de leite, relaxa espasmos e reduz a inflamação. Folhas de erva-doce e sementes são muitas vezes utilizados em peixes e outros pratos locais do Mediterrâneo.


Se for utiliza-lo como fitoterápico procure orientação profissional especializada!





terça-feira, 22 de julho de 2014

Hora de uma pequena atualizaçãozinha sobre a Doença de Parkinson:


-----------------------------------
High-Fat Diet Induced Isoform Changes of the Parkinson's Disease Protein DJ-1. -->http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24646099
-----------------------------------
Interventions that improve body and brain bioenergetics for Parkinson's disease risk reduction and therapy. --> http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24473219
--------------------------------
Serum metabolomics of slow vs. rapid motor progression Parkinson's disease: a pilot study. -- > http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24167579
-------------------------------------
Dietary fat intake, pesticide use, and Parkinson's disease. -->http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24120951
---------------------------------------
[Vitamin D and neurology]. --> http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24054766
-------------------------------------
L-arginine and nitric oxide in CNS function and neurodegenerative diseases. -->http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24007420
--------------------------------
Expression of PARK7 is increased in celiac disease. -->http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23832581
----------------------------------
Mitochondrial membrane lipid remodeling in pathophysiology: a new target for diet and therapeutic interventions. --> http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23827885
--------------------------------------
Food, nutrigenomics, and neurodegeneration-neuroprotection by what you eat! -->
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23813102

----------------------------------------
Ayurvedic constitution (prakruti) identifies risk factor of developing Parkinson's disease. --> http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23819563
-------------------------------------
The role of milk protein in increasing risk of Parkinson's disease. -->http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23430036
-----------------------------------------
Dietary and lifestyle variables in relation to incidence of Parkinson's disease in Greece --> http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23377703
-----------------------------------------
The elusive magic pill: finding effective therapies for mitochondrial disorders. -->http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23355364
-----------------------------------------
Neuroprotective and anti-inflammatory properties of a coffee component in the MPTP model of Parkinson's disease. -->http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23296837
----------------------------------------
A diet low in animal fat and rich in N-hexacosanol and fisetin is effective in reducing symptoms of Parkinson's disease. -->http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22846082
---------------------------------------
Caffeine intake, smoking, and risk of Parkinson disease in men and women.
 --> http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22505763
------------------------
Diabetes and risk of Parkinson's disease. -->http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21378214
-------------------------------

Boa Leitura!

Cacau em Pó pode proteger e prevenir doença de Alzheimer.


Por isso que, em alguns casos, prescrevo este ingrediente:

Cacau em pó provoca efeitos neuroprotetores e preventivos em um modelo de estudo na doença de Alzheimer em humano por modulação BDNF via de sinalização. 
http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23554028

Esse estudo foi feito com cacau em pó puro! Nem pense em usar chocolate, achocolatado e confeitos!

Você sabe qual tipo de cacau em pó consumir? Sabe a diferença entre cacau em pó natural e cacau em pó alcalino?

Saiba como escolher seu cacau em pó! Veja as dicas do blogue abaixo: 
http://quefofurice.blogspot.com.br/2010/07/don-theobroma-cacao-triologia-do-cacau.html




A Saúde É Sua! Aprenda a Cuidar Dela!

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Alguns efeitos quanto ao tratamento somente com o uso de medicações, sem considerar aspectos nutricionais:



... como as coisas são interessantes.. você aparece com pressão alta, começa tomando indapamida, colesterol sobe ai tem que tomar estatina (uso intermitente, segundo alguns médicos).... HDL baixa, aparece tendinite, burcite e todos os "ites" ... começa tomando anti-inflamatório.... depois começa a não conseguir dormir... aí tome psicotrópicos. Alimentação equilibrada e CoQ10 como aliado logo na primeira etapa pra evitar essa cascata, ninguém fala nada. C'est La Vie!

terça-feira, 10 de junho de 2014

Fim da Rotulagem dos Alimentos Transgênicos: DIGA NÃO!

Campanha do Idec!!!

URGENTE!

O direito à informação dos consumidores e consumidoras está ameaçado mais uma vez.
O PL Heinze, que prevê a não obrigatoriedade de rotulagem de alimentos que possuem ingredientes transgênicos independentemente da quantidade, entrou na pauta do Plenário da Câmara.
Precisamos que todos enviem o maior número de mensagens possível aos deputados utilizando a ferramenta ao lado. Mesmo quem já enviou pode mandar novamente, quantas vezes quiser!

Temos o direito de saber o que estamos comendo.
Assine se acha que tem esse direito! 
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Sobre:
Rejeitem a votação do Projeto de Lei 4.148/2008
Senhores(as) Deputados(as), 
Solicito que os Senhores rejeitem a votação do Projeto de Lei 4.148, de 2008, de autoria do Deputado Luis Carlos Heinze, além de extinguirem de seu regime de urgência, pois tal projeto nega o direito do consumidor à informação sobre a presença de transgênico em alimentos. A iniciativa também ignora a vontade da população que, segundo diversas pesquisas de opinião, já declararam querer saber se um alimento contém ou não ingrediente transgênico (74% da população - IBOPE, 2001; 71% - IBOPE, 2002; 74% - IBOPE, 2003; e 70,6% - ISER, 2005).
O PL do Deputado Luis Carlos Heinze: (1) não torna obrigatória a informação sobre a presença de transgênico no rótulo se não for possível sua detecção pelos métodos laboratoriais, o que exclui a maioria dos alimentos (como papinhas de bebês, óleos, bolachas, margarinas); (2) não obriga a rotulagem dos alimentos de origem animal alimentados com ração transgênica; (3) exclui o símbolo T que hoje permite a fácil identificação da origem transgênica do alimento (como tem se observado nos óleos de soja); e (4) não obriga a informação quanto à espécie doadora do gene.
O PL 4.148/08 deve ser rejeitado, porque:
1) Reverte a decisão do Tribunal Regional Federal da Primeira Região que em agosto de 2012 decidiu que independentemente do percentual e de qualquer outra condicionante, deve-se assegurar que todo e qualquer produto geneticamente modificado ou contendo ingrediente geneticamente modificado seja devidamente informado (Apelação nº 2001.34.00.022280-6 - link da decisão http://bit.ly/SkFTIw).
2) Fere o direito à escolha e à informação assegurados pelo Código de Defesa do Consumidor, nos artigos 6º, II e III e 31.  
3) Prejudica o controle adequado dos transgênicos, já que a rotulagem de transgênicos é medida de saúde pública relevante para permitir o monitoramento pós-introdução no mercado e pesquisas sobre os impactos na saúde.
4) Viola o direito dos agricultores e das empresas alimentícias que optam por produzir alimentos isentos de ingredientes transgênicos. E pode impactar fortemente as exportações, na medida em que a rejeição às espécies transgênicas em vários países que importam alimentos do Brasil é grande.
5) Apensado no PL 5.848/05, o mérito do PL 4.148 não foi discutido adequadamente nas comissões de mérito da Câmara dos Deputados, nem com a sociedade, mas tão somente na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.
6) Revoga o Decreto 4.680/03 que respeita o direito dos consumidores à informação e impõe a rastreabilidade da cadeia de produção como meio de garantir a informação e a qualidade do produto. (Vale lembrar que a identificação da transgenia já é feita para a cobrança de royalties).
7) Contraria o compromisso assumido pelo Congresso Nacional em 2005, quando aprovou a nova Lei de Biossegurança, Lei 11.105, e reiterou no artigo 40 que: ?Os alimentos e ingredientes alimentares destinados ao consumo humano ou animal que contenham ou sejam produzidos a partir de OGM ou derivados deverão conter informação nesse sentido em seus rótulos, conforme regulamento.?
8) Descumpre compromissos internacionais assumidos pelo Brasil no âmbito do Protocolo de Cartagena sobre Biossegurança que demanda que os países membros adotem medidas para assegurar a identificação de organismos vivos modificados nas importações/exportações, destinados à alimentação humana e animal (artigo 18. 2. a) ? para tornar obrigatória a adequada identificação das cargas a partir de 2012 (decisão BSIII/10, item 7).  
#[nome]
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Fonte: http://www.idec.org.br/

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Novo Guia Alimentar da População Brasileira (edição 2014).

O novo Guia Alimentar da População Brasileira (edição 2014) elaborado pelo Ministério da Saúde orienta os brasileiros sobre os cuidados com a saúde e como manter uma alimentação saudável e balanceada, vale à pena conferir!

Site: http://www.blog.saude.gov.br/index.php/programasecampanhas/33629-ministerio-da-saude-recomenda-o-consumo-de-produtos-naturais

Foto: Hero Images-Corbis

Esse tópico ficou muito bem pensado:

Conheça a diferença entre alimento e produto alimentício:

  • Alimentos in natura: são essencialmente partes de plantas ou de animais. Ex: carnes, verduras, legumes e frutas.
  • Alimentos minimamente processados: quando submetidos a processos que não envolvam agregação de substâncias ao alimento original, como limpeza, moagem e pasteurização. Ex: arroz, feijão, lentilhas, cogumelos, frutas secas e sucos de frutas sem adição de açúcar ou outras substâncias; castanhas e nozes sem sal ou açúcar; farinhas de mandioca, de milho de tapioca ou de trigo e massas frescas.
  • Produtos processados: são fabricados pela indústria com a adição de sal ou açúcar a alimentos para torná-los duráveis e mais palatáveis e atraentes. Ex: conservas em salmoura (cenoura, pepino, ervilhas, palmito); compotas de frutas; carnes salgadas e defumadas; sardinha e atum de latinha, queijos e pães.
  • Produtos ultraprocessados: são formulações industriais, em geral, com pouco ou nenhum alimento inteiro. Contém aditivos. Ex: salsichas, biscoitos, geleias, sorvetes, chocolates, molhos, misturas para bolo, “barras energéticas”, sopas, macarrão e temperos “instantâneos”, “chips”, refrigerantes, produtos congelados e prontos para aquecimento como massas, pizzas, hambúrgueres e nuggets.

Obs.: O chocolate que faz bem para a saúde ou é o cacau em pó puro ou deve estar igual ou acima de 55% cacau, com seu consumo orientado pelo nutricionista. Esse ao qual o Ministério da Saúde cita são os chocolates comuns (ao leite, branco etc.) que na verdade deveriam ser considerados confeitos, devido à sua alta concentração de açúcar!

Gostaram? ;)

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Quando os Probióticos devem ser tomados? Antes, durante ou após as refeições?


Embora os alimentos possam ser os melhores veículos para os probióticos do que os suplementos (fibras dietéticas adicionadas à dosagem da cápsula), se não optar por ir com estes  suplementos, os probióticos devem ser tomados antes, durante ou após as refeições?

Quando se trata de suplementos probióticos vendidos em cápsulas a literatura comercial é muitas vezes confusa, em que, por vezes, o consumidor é orientado a tomar as refeições com os probióticos, outras vezes, antes ou após as refeições e ocasionalmente, com o estômago vazio. Isto levou a uma confusão grave para a indústria e para o consumidor. 

Para ser capaz de medir as concentrações dos probióticos, minuto a minuto durante todo o processo, os pesquisadores tiveram que construir um falso trato digestivo, com o estômago e intestinos, mas completo com saliva real e enzimas digestivas, ácido, bile, etc. Avaliando a sobrevivência de três tipos diferentes de probióticos, antes, durante e após as refeições  e separadamente fazendo uso da aveia e leite, leite sozinho, sumo de maçã, sucos ou água. O que eles acharam? 

Conclusão: a sobrevivência das bactérias probióticas foi melhor quando fornecido dentro de 30 minutos antes ou simultaneamente com uma refeição ou uma bebida que continha algum teor de gordura.


Fonte: http://nutritionfacts.org/video/should-probiotics-be-taken-before-during-or-after-meals/

Artigos citados: 

O que são produtos orgânicos?

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, criou em 2009, uma cartilha que tem como objetivo orientar a população a respeito dos produtos orgânicos. Está muito divertida! 



Confira a cartilha no link abaixo (copie e cole em seu navegador): 
http://alimentacaoesaude.org/wordpress/wp-content/uploads/2010/11/Texto-011-Anexo-1-Cartilha-Org%C3%A2nicos-Ziraldo.pdf

Conheça as frutas de cada estação!


O artigo abaixo foi publicado pela akatu.org.br, ficou muito interessante e tira muitas dúvidas comuns sobre o tema:

por Rogério Ferro, da equipe Akatu 22 mai 2014 

O consumidor encontra, hoje em dia, grande variedade de frutas nas feiras livres e supermercados durante todo o ano. Essa disponibilidade resulta do uso de algumas modernas técnicas de produção agrícola, envolvendo adubagem e sementes modificadas. Mas há obviamente a época da safra natural, isto é, O consumidor encontra, hoje em dia, grande variedade de frutas nas feiras livres e supermercados durante todo o ano. Essa disponibilidade resulta do uso de algumas modernas técnicas de produção agrícola, envolvendo adubagem e sementes modificadas. Mas há obviamente a época da safra natural, isto é, a época em que a natureza produz a fruta sem necessidade de uma intervenção tecnológica mais intensa. Daí a expressão popular “fruta da estação”, como é o caso da uva e da manga em meses mais quentes. 

O engenheiro agrônomo e pesquisador do Centro Nacional de Pesquisa de Mandioca e Fruticultura da Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias (Embrapa), Domingo Haroldo Reinhardt, explica que qualquer tipo de produção em escala comercial faz uso dessas técnicas, o que possibilita a oferta do produto fora de sua época natural. 

Para ampliar a janela de oferta ao longo do ano, a produção orgânica usa técnicas de adubagem a partir de resíduos vegetais e animais para enriquecer o solo e potencializar a produção. “Esse processo não tem muita interferência no produto final. A fruta amadurece fora de sua época, mas obedece a seu ciclo natural”, explica Reinhardt. Os fertilizantes químicos, muito usados na agroindústria, aumentam o teor de água dos produtos reduzindo seu valor nutritivo e seu sabor, além de empobrecerem o solo em longo prazo. “A utilização dos adubos químicos, dos defensivos agrícolas e das sementes modificadas formam um círculo vicioso, porque essas plantações necessitam cada vez mais de adubação e proteção de químicos para se desenvolver”, explica o pesquisador da Embrapa. 

Por respeitarem o ciclo natural de amadurecimento, as “frutas da época” têm sabor mais próximo ao original e acumulam mais nutrientes. “Além disso, devido à maior oferta no período, os preços tendem a baixar, o que gera economia para o consumidor final”, diz o engenheiro agrônomo Cloves Ribeiro Neto, do Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf). 

As “frutas da estação” comumente são produzidas em locais próximos aos seus pontos de distribuição. Optar por consumi-las contribui para a redução do impacto ambiental uma vez que essa prática “impulsiona a economia local, diminuindo as distâncias entre produtor e consumidor, o que reduz o desperdício de produtos durante o seu transporte”, completa Cloves.



Fonte: http://www.akatu.org.br/Temas/Alimentos/Posts/Conheca-as-frutas-de-cada-estacao

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Flacidez não tem jeito?

"Depois dos 40 não tem jeito para a flacidez..." É verdade, veja o coitado do Stallone.... Está judiado, tudo caindo, com apenas 67 anos!... >_>







Vovô Stallone... >_>


---> Leia Mais sobre  o assunto abaixo: 

Após os 40, posso dar fim à flacidez?

MARCIO ATALLA
21/05/2014 07h00 - Atualizado em 21/05/2014 07h17
É possível, aos 44 anos, obter um corpo definido? Sou muito flácida  e tenho muita celulite. O que devo fazer? –Miriam Martins, São Paulo, SP
Sim, é possível. Você precisa ganhar massa muscular. Isso se consegue com exercícios de resistência muscular localizados. Na alimentação, o objetivo é regular a  quantidade recomendada de proteína, essencial para isso. Lembre que, mais importante que um corpo definido, é cuidar da saúde. Na sua idade, a musculação é essencial, porque a perda de massa muscular ocorrerá espontaneamente. Ela aumenta com o avanço da idade. Exercitar-se ajuda a deter ou mesmo inverter quadros de perda de massa óssea e muscular.

Comecei a participar de corridas de rua há um ano. Já fiz diversas provas de 5 quilômetros e de 10 quilômetros e corri meia maratona três vezes. Estou me preparando para a primeira maratona, de 42 quilômetros. Como posso melhorar meu desempenho? O melhor são treinos semanais de distância ou treinos de tiros rápidos? – João Carlos Pessoa, São Paulo, SP
Você está de parabéns. Escapou da estatística da Universidade de São Paulo. Ela diz que 50% dos corredores de rua nas assessorias esportivas têm de interromper por pelo menos um mês os treinos durante o ano, para tratar alguma lesão. Você deve estar bem orientado ou tem excelentes músculos de membros inferiores e boa técnica de corrida. Para se preparar para uma maratona, uma boa programação de treinos é o melhor caminho, com acompanhamento de um profissional. Sempre é bom variar os estímulos, entre corridas longas, intervaladas, intensas etc. Seu corpo e, mais ainda, sua cabeça precisam se habituar à distância percorrida e ao tempo da corrida. É importante mudar gradativamente, semana a semana. O indicado é reduzir as atividades por alguns dias antes da prova. A hidratação e a alimentação fazem parte do treino. Preste atenção às quantidades e aos tipos de alimento a que seu corpo responde melhor, para não haver erros no dia da corrida. Reforço muscular é fundamental, assim como massagens e fisioterapia preventiva. Por isso, volto a dizer: o ideal é que você seja acompanhado por um professor de educação física especializado em corrida, para que sua prova seja uma experiência positiva e divertida.

Fonte: http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/marcio-atalla/noticia/2014/05/apos-os-40-posso-dar-bfim-bflacidez.html


A Saúde É Sua! Aprenda a Cuidar Dela!

terça-feira, 20 de maio de 2014

Conheça a Fisiofit!

Rua JOSE FRANCISCO DE SOUSA, Colatina- ES, ao lado do São Bernardo plano de saúde, próximo a ponte de ferro.

"A FisioFit estará aberta já nesta segunda feira, 19/05 para agendamento de horários! Garanta logo o seu, pois só trabalharemos com 6 alunos por horário, isto para maximizar o seu treino! Venha conhecer nosso espaço climatizado, com um ambiente que lhe proporcionara treinos MUITO intensos e prazerosos! Funcional, TRX, Cross training, Musculação e pilates, tudo integrado, força, resistência e flexibilidade!" Telefone de contato: (27) 99601-9002.

Este é meu irmão mais novo! Ele está demonstrando as atividades que podem ser realizadas em seu estúdio de fisioterapia e recuperação. =)





Um jeito fácil de comer laranja!

Muito prático! ;3
Via: https://twitter.com/udisglutenfree


quarta-feira, 14 de maio de 2014

Consumir Herbalife é seguro? É saudável?



Vídeo simples, mas muito bem explicado. A parte "Assistam logo, antes que forças ocultas o tirem da internet!" foi a melhor! rss


NUTRICIONISTA DESMASCARA HERBALIFE





Os artigos são de estudos científicos bem recentes, a maioria data entre 2010 e 2014.